Uponor
Uponor

O futuro da água: Saúde em cada gota

A propagação rápida do coronavírus em todo o mundo evidencia a importância da higiene diária. A água potável é um requisito prévio fundamental. Mas se não forem tomadas as devidas precauções durante a instalação, existe o risco de a água da torneira ser contaminada.

Portanto, para obter padrões de higiene impecáveis, os especialistas devem considerar uma série de pontos na planificação de uma instalação de água potável.

As consequências devastadoras da propagação mundial do coronavírus este ano fizeram com que todo o mundo mudasse de opinião sobre a higiene.

  • A proteção da água potável está regulada em toda a Europa
  • A Uponor oferece soluções de sistemas para instalações completas de água potável, do ponto de abastecimento até à torneira

Firma correos
As consequências devastadoras da propagação mundial do coronavírus este ano fizeram com que todo o mundo mudasse de opinião. Por exemplo, além de o trabalho a partir de casa estar cada vez mais estabelecido e o comércio online ter recebido um impulso importante, houve sobretudo um aumento da consciência sobre a higiene das pessoas.

Mais que nunca, as normas de higiene converteram-se em parte integrante da vida quotidiana e, em muitos casos, a água tem um papel fundamental a desempenhar. A simples lavagem das mãos, por exemplo, é considerada a forma mais fiável de proteção contra as infeções, mas tal depende da existência de água potável disponível.

Portanto, a UE regula a higiene da água potável a nível europeu. O que mais importa para as pessoas a nível individual são as instalações de água potável nas suas próprias casas. Como tal, é especialmente importante que a higiene da água potável seja desde logo considerada na etapa de planificação da instalação.
 

Se não forem tomadas as precauções adequadas durante a instalação, existe o risco de a água da torneira ser contaminada.

Proteção da água potável na Europa

Em 2018, a iniciativa de cidadania europeia Right2Water demonstrou admiravelmente o importante que a água é para os europeus ao recolher 1,8 milhões de assinaturas.

Ao mesmo tempo, uma consulta pública da Comissão Europeia demonstrou o quão preocupados estão os europeus com a qualidade da água potável fora das suas próprias fronteiras nacionais: só 20% das pessoas consideram que a qualidade da água no estrangeiro é aceitável.
 

A água potável não se pode dar como adquirida, exige proteção.

Portanto, a EU harmonizou-se com as exigências da iniciativa e reforçará a Diretiva Europeia em matéria de água potável em finais deste ano. Os objetivos declarados são melhorar o acesso à água e a qualidade da água, assim como disponibilizar aos cidadãos uma melhor informação sobre a água potável.

Enquanto os operadores públicos são responsáveis pela qualidade da água até à ligação da casa, os próprios proprietários do edifício são responsáveis pela qualidade dentro deste.
Sistema de tubagem
Para que a qualidade da água seja impecável a qualquer momento, as instalações de água potável devem cumprir certos requisitos de higiene. Deve evitar-se a contaminação por Legionella, por exemplo.
 

Na Europa, a média documentada de casos de Legionella é de 1,8 por cada 100 000 habitantes (2018).


Uponor Legionella

Legionella – um risco invisível

A Legionella é uma bactéria em forma de bastão que vive na água. Podem fazer com que as pessoas contraiam legionelose ou doença do legionário se respirarem aerossóis no ar. Esta forma grave de pneumonia pode ser encontrada em todo o mundo.

Na Europa, a média documentada de casos de Legionella é de 1,8 por cada 100 000 habitantes (2018). Contudo, pressupõe-se que exista um grande número de casos desconhecidos, estimando-se que o número real de casos seja na ordem dos 18 a 36 por 100 000 habitantes.

A Legionella propaga-se melhor quando a água está estagnada durante um período prolongado a temperaturas que oscilam entre 25 °C e 55 °C. Portanto, o risco de contaminação reduz-se significativamente se a água dentro de um sistema de condutas for substituída regularmente e se as temperaturas nas tubagens de água fria e quente forem corretas.

Prevenir doenças através da água

Quando os especialistas planeiam um novo sistema de água potável, devem considerar os requisitos de higiene desde o início. O conceito deve centrar-se em garantir uma substituição regular da água em todo o sistema de condutas e evitar intervalos de temperatura desfavoráveis nas tubagens de água fria e quente durante os períodos diários nos quais a água não é consumida.

Para a Uponor, existem três regras fundamentais de higiene que se aplicam às instalações de água potável:

  • A água deve fluir
  • A temperatura da água deve ser a correta
  • A água de consumo não deve ser armazenada

     

Uponor_Loop-Installation

A Uponor oferece apoio com uma vasta gama de soluções tanto para a fase de conceção do projeto como para a implementação – dependendo da situação de instalação e da área de aplicação, a empresa conta com vários sistemas de tubagens e os correspondentes acessórios e uniões, cumprindo as mais rigorosas normas de higiene..

Se for provável que um sistema de água potável não esteja em utilização durante períodos prolongados de tempo de forma regular, a Uponor recomenda a instalação de sistemas de drenagem automática. Estes sistemas compactos substituem a água nas condutas de acordo com a temperatura ou o tempo, para prevenir de modo fiável a formação de germes.

O novo gestor inteligente de água Phyn Plus. Oferece uma proteção fiável contrafugas ao fechar automaticamente o abastecimento principal de água, caso seja necessário. Também diagnostica possíveis problemas na instalação de água potável e proporciona uma visão geral e completa do consumo de água de um edifício.